ARQUIVOS DE SONHOS DA PANDEMIA – ARTE&CIÊNCIA

(Português) (English)

A ideia de criar um “arquivo de sonhos da pandemia” surge como necessidade de investir no sonho, no sono, na desaceleração do tempo. O inconsciente coletivo nos traz diariamente imagens, pensamentos, sobreposições de signos que o aceleramento da nossa vida produtiva, antes da pandemia, estava cada vez mais ignorando.

Operar com essa linguagem onírica agora é uma forma de abrir espaço para um outro entendimento da subjetividade e de como ela está respondendo ao colapso das estruturas vigentes. Os inconscientes também atuam em rede, uma rede muito mais antiga que a internet, não é à toa que as culturas tradicionais (indígenas, ciganas, aborígenes, místicas, esotéricas) vêem nos sonhos a possibilidade de desvendar mistérios, decifrar enigmas, construir pensamentos, se comunicar e entender o mundo. Quando abrimos mão dessa linguagem, nós extraímos da nossa cotidianidade uma fonte viva de comunicação que se dá não só entre os humanos mas também entre os humanos e o mundo, entre os humanos e as coisas, o humano e as outras espécies.

Quando Davi Kopenawa diz no seu livro A Queda do Céu que os “brancos não sabem sonhar, só sonham consigo mesmo e suas mercadorias”, ele está nos alertando para isso, que nossa falta de relação com os sonhos empobrece o mundo, seca uma fonte de comunicação poderosa, diminui nossa potência de existência. É nesse sentido que pensamos em criar um arquivo de sonhos da pandemia, para ativar nossas redes de inconsciente, investir na linguagem onírica, criar espaço para a subjetividade e fazer pesquisa ao mesmo tempo.

Nossa proposta para esse projeto é produzir análise dos signos dos sonhos dos participantes, através de técnicas da psicanálise e da esquizoanálise através da inserção dos sonhos num conjunto específico de técnicas operacionais que utiliza linguagens como 1) criação de mapas – fazer uma cartografia geolocalizada dos sonhares, através de hashtags dos sonhos; 2) utilização de bots, machine learning e inteligência artificial para promover a troca entre os sonhos, criando sonhos derivados através das máquinas; 3) programação em PLN, quais ambientes, personagens e situações esses sonhos estão nos trazendo quando dissecados por programação de linguagem natural – linguagem utilizada para fazer dicionários, enciclopédias, etc)?

Faz parte desse trabalho atuar com dados científicos e imaginários desde o processo de coleta dos sonhos até o resultado final. Para além dos resultados científicos, ele se propõe também a ser uma obra de arte – coletiva e comunal.

Nós estamos trabalhando com sonhos há cerca de 5 anos, quando criamos o programa: “Futuros Sequestrados X o Anti-Sequestro dos Sonhos” uma metodologia imersiva que se propõe a trazer os sonhos como linguagem comunicacional, e se preocupa com sua tradução e mapeamento. Esse programa já foi conduzido em vários países e tem como uma das suas características a tradução dos sonhos para linguagens diversas, criando sonhos derivados – Arte & Clínica.

Aqui o texto de referência desse trabalho: Futuros Sequestrados X o Anti-sequestro dos Sonhos. Fabiane M. Borges https://periodicos.ufrn.br/manzua/article/view/17422/11945

Mande um sonho para a gente: https://archivedream.wordpress.com/

Participantes do projeto: Lívia Diniz, Rafael Frazão, Tiago F. Pimentel, Erick Felinto, Antenna Rush (Fabi Borges)

#onirismo #inconscientecoletivo #rededeinconscientes #sequestrodossonhos #sonhodasmaquinas #pandemia #coronavirus #dormir #sonhar #sonho #ficçãoespeculativa #ficçãofilosófica #arteciencia #arteclínica #contaminaçãoonírica #contágiodeimaginários #esquizoanalise #psicanalisedossonhos #tecnoxamanismo

1 Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s